Blog

Novidades do mundo do ecoesporte. Tudo o que há de mais recente:

Curso de Mapedor de Ecoesporte N1

Convite

A Academia Internacional de Ecoesporte, em parceria com a Equipe de Corrida de Orientação da Polícia Civil de Santa Catarina, têm a honra de convidar Vossa Senhoria para participar do Curso de Mapeador Nível I de Ecoesporte, que se realizará no Colégio Nossa Senhora da Conceição, Estrada Dário Manoel Cardoso, 1149, Ingleses, Florianópolis – SC, no período de 8 a 12 de abril de 2019.

Curso Internacional de Técnico de Ecoesporte

Conceito

ECO – A casa natural onde se vive, o ambiente

ESPORTE – Prática do exercício físico com metodologia e regras

ECOESPORTE é uma modalidade esportiva que tem como princípio filosófico o equilíbrio entre o homem e a natureza

ECOESPORTE é um esporte em que o praticante navega individualmente, em ambiente natural, para localizar e identificar as metas de um percurso, usando somente mapa e bússola, no menor tempo possível.

TIPOS DE PRÁTICA: Lúdico e Competitivo. É também um esporte moderno, útil e abrangente, porque inclui as pessoas, ao invés de apenas ser seletivo; podendo ainda, dependendo de cada um, ser competitivo ou participativo.

Mais informações: http://ecoesporte.esp.br/

Justificativa

Uma das características da Educação Física é a multiplicidade de suas formas de expressão por meio do jogo, da ginástica, das lutas, da dança e dos esportes. Essa riqueza de opções, constantemente ampliada com a inclusão de novas práticas corporais, possibilita a organização de novos esportes com propostas pedagógicas que buscam a melhoria da condição física, psicológica e social em equilíbrio com o ambiente natural.

O Ecoesporte é um esporte que representa estas novas formas de práticas corporais que envolvem o convívio do ser humano com a natureza. O praticante desta modalidade é instrumentalizado para navegar de forma independente através do terreno, localizar e identificar as espécies vegetais que fazem parte das metas do percurso, auxiliado somente por mapa e bússola. Este esporte foi bem aceito pelo sistema de educação, gerando uma demanda na formação de professores, mas que por serem tardias no meio acadêmico possuem limitações em termos de literatura para instrumentalizar os professores a planejar e organizar seus planejamentos de ensino e a montar e implementar suas aulas no âmbito escolar.

Entrou em vigor, recentemente, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Este documento, de caráter normativo, define o conjunto de aprendizagens que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica, em conformidade com o que preceitua o Plano Nacional de Educação (PNE). A BNCC é um documento de referência nacional para a formulação dos currículos dos sistemas e das redes escolares dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios e das propostas pedagógicas das instituições escolares. A BNCC integra a política nacional da Educação Básica e servirá para o alinhamento de outras políticas e ações, em âmbito federal, estadual e municipal, referentes à formação de professores, à avaliação, à elaboração de conteúdos educacionais e aos critérios para a oferta de infraestrutura para a educação. Na BNCC, a Educação Física é um dos componentes curriculares da área de Linguagens e tem, como uma das suas unidades temáticas, as Práticas Corporais de Aventura, que incluem, entre outras modalidades, a corrida orientada e a corrida de aventura, atividades que necessitam de um mapa para suas execuções. As Práticas Corporais de Aventura se estruturam nas vertentes urbana e na natureza. Para montar as aulas de navegação com mapa e bússola no ambiente escolar o mapa mais detalhado é o de Ecoesporte, modalidade esportiva que se originou no esporte de Orientação, mas cuja estrutura e regras têm por objetivos o desenvolvimento de conhecimentos e atitudes voltadas à navegação com mapa e bússola, adaptação ao meio ambiente e conhecimento das espécies vegetais. O Ecoesporte é a única modalidade esportiva que regula a confecção de mapas didáticos em pequenos espaços, como é o caso do ambiente escolar. O mapa didático é um mapa topográfico detalhado, com linguagem única e simples, que permite a leitura inclusive durante a corrida. O mapa de Ecoesporte destina-se a navegação pedestre, que é uma habilidade a ser desenvolvida pelo aprendiz de modalidades integrantes das Práticas Corporais de Aventura, e por isso tem que ter uma representação real, em escala e atender a expectativa do praticante ao fazer a leitura. O mapeamento também inclui a classificação das espécies vegetais encontradas nos locais, tendo em vista que o Ecoesporte tem como princípio o equilíbrio entre os seres humanos e a natureza, conduta, modo de viver e pensar em que o indivíduo se vê como elemento do ecossistema que busca a homeostase. Para o ecoatleta chegar a esta condição é necessário desenvolver a habilidade de navegar com mapa e bússola, adaptar-se ao ambiente natural e conhecer as suas espécies vegetais. O desenvolvimento da habilidade de navegar com mapa e bússola requer que a cartografia de Ecoesporte seja simples para a interpretação por qualquer praticante, desde o iniciante até o cartógrafo e, ao mesmo tempo represente fielmente a natureza. Para obter esta condição todos os símbolos devem ter a mesma dimensão para qualquer escala. Um círculo verde deve ter a mesma dimensão gráfica e representar uma árvore grande que se destaca das demais, desde o mapa escolar na escala 1:300 até mapas de escala menor 1:3.000. Os objetos que não podem ser representados em escala, por serem menores que a menor dimensão gráfica, são representados com símbolos de representação universal, para que o esporte tenha a mesma linguagem e interpretação ao redor do mundo. Cada espécie vegetal que se destaca na natureza é representada por símbolos em três dimensões: grande, média e pequena. Exemplo: árvore grande, árvore e arbusto – moita grande, moita e pequeno arbusto. O uso do mapa de Ecoesporte tem demonstrado ser uma ferramenta pedagógica que atende, com eficiência, uma das temáticas da Educação Física elencadas na BNCC e possibilita a montagem dos exercícios da iniciação esportiva, além de possibilitar que os alunos conhecessem espécies vegetais de diversas regiões do mundo, desenvolvam a inteligência naturalista e habilidades de navegação na natureza.

A metodologia de ensino da Academia Internacional de Ecoesporte capacita os profissionais a confeccionar o mapa didático, a montar o ambiente de aprendizagem do Ecoesporte e acesso aos seus benefícios.

Todas as considerações acima justificam e, considerando que a Academia Internacional de Ecoesporte possui capacidade técnica de atuação, instrutores capacitados, justifica-se a realização do Curso de Mapeador de Ecoesporte N1

Público-Alvo

Policiais civis, Professores de Educação Física e áreas relacionadas, acadêmicos de Educação Física e Ecoatletas.

 

Locais das aulas

Colégio Nossa Senhora da Conceição, Estrada Dário Manoel Cardoso, 1149, Ingleses, Florianópolis – SC.

 

Certificação

Os certificados de 40 horas de aula serão expedidos e registrados na Academia Internacional de Ecoesporte.

 

Inscrições

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail:  [email protected] ou WhatsApp: 55 99971 1247

As vagas são limitadas

Investimento

O curso é gratuito

Conteúdo do Programático

5.1. Introdução á cartografia de Ecoesporte

5.2. Confecção da tabela de passos

5.3. Determinação da escala do mapa base

5.4. Determinação do Norte no mapa base

5.5. Locação de um ponto com uma direção e uma distância

5.6. Locação de um ponto com duas direções

5.7. Interpretação dos símbolos do mapa de Ecoesporte

5.8. Uso do computador para desenhar o mapa de Ecoesporte

5.9. Prática controlada – (trabalho de campo)

 

Instrutor

JOSÉ OTAVIO FRANCO DORNELLES – CREF2/RS – 3700 – Instrutor da Academia Internacional de Ecoesporte.

 

Palestrante – Currículo resumido

  1. Profissão atual: Profissional de Educação Física – CREF2/RS 3700 – Graduado em Educação Física pela Faculdade Metodista de Santa Maria – FAMES;
  2. Fundador e primeiro presidente do primeiro clube de orientação do Brasil (COSM);
  3. Fundador e primeiro presidente da primeira federação estadual do Brasil (FGO);
  4. Fundador e primeiro presidente da CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ORIENTAÇÃO;
  5. Montou o processo de filiação da CBO como Membro de Pleno Direito à Federação Internacional de Orientação (IOF);
  6. Montou o processo de Vinculação da CBO ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB)
  7. Confeccionou mapas de orientação em GOTEMBURGO na Suécia, COLONIA DEL SACRAMENTO no Uruguai, BOGOTÁ na Colômbia e outros no Brasil;
  8. Professor Convidado da Disciplina Orientação de Escola de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul em Porto Alegre – RS 2001/2002 e 2012/2015;
  9. Professor Convidado da Disciplina Orientação do Curso de Educação Física da Universidade Federal de Santa Maria – RS, 2003/2004;
  10. Organizou os primeiros campeonatos Estaduais, Brasileiros e Sul-Americanos de Orientação;
  11. Formou os mapeadores e organizou o quadro de mapeadores da Confederação Brasileira de Orientação;
  12. Formou os Árbitros e organizou o quadro de árbitros da Confederação Brasileira de Orientação;
  13. Formou os Técnicos e organizou o quadro de técnicos da Confederação Brasileira de Orientação;
  14. Captou e conduziu o projeto da organização do Campeonato Mundial de Másteres de Orientação de 2014, realizado nas cidades de Porto Alegre, Canela e São Francisco de Paula – RS, no período de 1º a 8 de novembro de 2014;
  15. Fundador e primeiro presidente da ACADEMIA INTERNACIONAL DE ECOESPORTE;

 Redator das regras de ECOESPORTE.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Contato

Entre em contato e responderemos o mais breve possível. Muito obrigado desde já.

Telefone

(55) 99971-1247

Endereço

Rua Tenente Carrion, 7
Vila Oliveira
Santa Maria, RS
CEP: 97020-690

Share This